Edição 195 – Página 07

O evento será espalhado pela cidade para se evitar aglomeração

A ACIJA – Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Jacutinga, juntamente com a Prefeitura anunciaram a realização da FestMalhas na cidade, mesmo com a pandemia do Covid-19. Mas frente aos riscos de contaminação, vez que o evento é o maior do segmento do País e recebe dezenas de milhares de visitantes, terá seu formato adequado para se evitar aglomeração, mas ao mesmo tempo garantir a realização da feira, que é o ponto forte das vendas de inverno da cidade.

De acordo com o presidente da ACIJA, Eliseo Fávaro Júnior e o Secretário de Governo da Prefeitura, Newton José de Carvalho, o Niuzinho), o evento não terá mais aquele formato tradicional que reunia em um único local todas atrações da feira, mas será espalhada pela cidade como foi com os desfiles realizados recentemente em Jacutinga.

Os valores que serão investidos ainda não foram definidos, mas fala-se em R$ 250 mil, que serão aplicados em decoração e publicidade, e o presidente da ACIJA falou que existe a possiblidade da EPTV patrocinar a feira, o que facilitará em muito a divulgação.

Mesmo com o formato alterado o nome FestMalhas será mantido já que se trata de uma marca forte que já ganhou o País e se refere a maior feira de malhas retilínea do País, fazendo jus ao título de Capital Nacional das Malhas que Jacutinga ostenta com orgulho.

A ideia agradou a todos, pois assim todo o comércio local será beneficiado diretamente pelos investimentos, e a cidade se tornará em um festival aberto, com atrações que levarão os turistas a conhecerem toda cidade e não apenas o espaço da feira, como muita das vezes acontecia antes.

A decoração da cidade ficará mais uma vez na responsabilidade de Gê Salaro, que tem revolucionado a feira e agradado aos visitantes e ao público local, que reconhecem o seu trabalho.

A previsão é que a feira aconteça em julho para dar tempo de organizar o evento, e deverá se prolongar por três semanas em data ainda a ser definida pelos organizadores.

O secretário Nilzinho falou que alguns pontos positivos serão mantidos como a Vila Mineira que recebeu elogios na última edição da FestMalhas. A ACIJA pediu ainda sugestões pa­ra agregar novas ideias que possam a­lavancar o evento neste novo formato, que visa atrair turistas para adquirirem nossas malhas e fomentar o comércio local.

A expectativa é que a campanha publicitária seja nos moldes do último ano, em que teve tanto rádios e TV’s divulgando, mas com forme atuação pelas redes sociais, que cada vez mais vem ganhando espaço em divulgação pelo País.

Mas os organizadores fizeram questão de destacar que querem atrair visitantes, mas sem perder o foco dos cuidados para se evitar a proliferação do Covid-19.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *