A Câmara Municipal estava contratando uma máquina de café para atender os vereadores por R$ 6.736,00 por ano, o que ganhou as redes sociais e gerou muitas críticas da população.


E após tanta polêmica a compra foi cancelada não pelos vereadores, mas pela empresa fornecedora do serviço, já que a manutenção do contrato geraria custos extras, elevando o preço da caríssima máquina de café ainda mais. A Technocoffee Máquinas e Serviços, vencedora da licitação, informou o cancelamento do contrato, devido à pandemia do Covid: “Por se tratar de um produto importado, haveria alterações de preços e valores da máquina solicitada, e como a mesma ainda não havia chegado à
empresa, não saberíamos os valores a serem repassados aos clientes”.


De acordo com nota do Presidente da Câmara, vereador André Consentini, a compra foi feita atendendo a um pedido dos colegas de plenário. “Fui criticado, e naquele momento apenas pensei em resguardar aos demais amigos e companheiros da Casa Legislativa, que na época solicitaram cordialmente um pedido de compra. Porém, isso é passado!”,
comentou o Presidente da Câmara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *